SPED Brasil

Rede Virtual de troca de informações sobre o SPED

Bom dia pessoal.. estou me perdendo no calculo do fator do CIAP

 

ja vi outras matérias ensinando a calcular o valor, eu gostaria de saber o calculo para o fator.. já vi uns 3 sites um complicando mais que o outro...

Alguém consegue me dar essa "mão"?

Exibições: 4661

Responder esta

Respostas a este tópico

Wesley,

 

O fator é obtido pela divisão das saídas tributadas sobre o total das saidas no período.

Exemplo:


Saídas Tributadas - 75.000,00

Saídas Totais - 100.000,00

Fator = 0,7500 (75.000 / 100.000)

 

Bem 1 - ICMS à apropriar  - R$ 150,00

Fator - 0,7500

Total do CIAP Bem 1 = 112,50

 

Claro que os valores arredondados não refletem a realidade, mas o objetivo é demonstrar a fórmula.

E, cá pra nós: como conseguem complicar algo assim??

 

Abraços!

 

Jurânio Monteiro

Porto Alegre - RS

Eu complico isso, beeem facil:

a) valor do ICMS constante do documento fiscal ....................R$ 1.200,00;

b) valor do ICMS correspondente ao diferencial de alíquota...R$ 600,00;

c) valor Total de saídas ou prestações (d + e + f)..................R$ 20.000,00;

d)valor das saídas ou prestações destinadas ao exterior ........R$ 2.000,00;

e)valor das saídas ou prestações isentas ou não-tributadas... R$ 5.000,00;

f) valor das saídas ou prestações tributadas (c - d - e)........... R$ 13.000,00;

g) cálculo do valor a que tem direito o contribuinte a título de crédito do ICMS relativo à entrada ou aquisição de ativo permanente, conforme a seguinte sugestão de equação matemática :

{ [ (a + b) / 48] . [ (d+ f) : c] } = valor do ICMS a ser lançado como crédito no RAICMS

 

{ [ (R$ 600,00 + R$ 1.200,00) / 48] . [ (R$ 2.000,00 + R$ 13.000,00) : R$ 20.000,00] } =

= {R$ 37,50 . [ R$ 15.000,00 : R$ 20.000,00] } =

= {R$ 37,50 . 0,75} = R$ R$ 28,12

 

 

acho até que o seu calculo esta simples demais...

o fator se chega: ( 1 - (Isentas / ValorContabil))  / 48 ,

valor do credito * fator = valor a se creditar por mês, estou com um cliente que diz que o certo é subtrair desse valor contábil o Icms St... mas não achei nada específico, ou se isso é um entendimento...


 


Tenho uma situação diferente, minha empresa é uma indústria de bens intermediários, fabricamos um isumo que é transferido para nossa Matriz CFOP 6151, temos operação como remessa de material promocional (Estadual e Interestadual) e transferencia de ativo Interestadual.

 

Minha dúvida: Devo considerar como  saídas tributadas para o fator todos os CFOPs acima que saíram tributando e dividir este valor pelo total das minhas saídas? o valor que deve ser considerado é o valor contábil o a Base de ICMS?

 


 

Pessoal... mesmo esse calculo mais complicado ai em cima ainda esta estranho, vo coloca uns exemplos com valores reais aqui ve se alguém consegue me ajudar...

a - Valor Contabil total: 1.072.065,48

b - Valor contabil das vendas definitivas : 809.418,58

c - Valor das vendas isentas definitivas: 140.280,37

d - Valor das outras definitivas: 0,00

e - Valor das vendas isentas : 240.016,12

f - Valor de outras: 40.194,50

g - valor Icms ST: 5.814,44

h - um valor de Icms pode ser um exemplo de 52,00

 

oq eu qro é só o fator...

pra mim seria assim:

((b + c) / a) / 48   até simples = fator então 52,00 * fator, é o valor do crédito

 

Mas me colocaram contra a parede de que o valor a(total) deve ainda ser subtraido o ST.

e outra coisa, tenho q colocar no calculo valor de outras?

o isentos é o total ou só o isento de vendas definitivas?

 

da uma ajuda ai pessoal...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para fins de apuração do valor total das operações e/ou prestações relativas ao ICMS realizadas no período de apuração não deverá ser incluída a parcela relativa ao ICMS/ST, na hipótese de sua retenção pelo contribuinte na condição de substituto tributário.

Fonte: FAQ EFD da SEF-MG

Então Sr Wanderley... mas você me consegue um exemplo de calculo prático a partir desses valores que mostrei?

então deveria ser 

[((b + c) / (a - g)) /48]   ??

Responder à discussão

RSS