SPED Brasil

Rede Virtual de troca de informações sobre o SPED

PESSOAL,

COMO ESTÃO CLASSIFICANDO AS OPERAÇÕES QUE NÃO TEM TRIBUTAÇÃO DE PIS/COFINS (EX. TRANSFERENCIAS, DOAÇÕES REMESSAS PARA CONSERTO, EMPRESTIMO, VENDA DE ATIVO IMOBILIZADO, REPOSIÇÃO DE MERCADORIA, REMESSA EM CONSIGNAÇÃO, SIMPLES FATURAMENTO {FA}, REMESSA PARA INDUSTRIALIZAÇÃO) DENTRO OUTROS CASOS.

Exibições: 5626

Responder esta

Respostas a este tópico

Também tenho essa duvida. Alguem?

Também tenho a mesma dúvida.

Se alguém puder nos ajudar.

 

Gente,

Ainda não testamos no validador, mas estamos utilizando as seguintes cst de pis e cofins nos docs fiscais:

49 -> outras operações de saídas (ex. remessa p/ conserto...)

98 -> outras operações de entrada (ex. retorno de conserto...)

Érika
Em relação ao Lucro Presumido alguém tem alguma informação?

Boa Noite,

 

Estas operaçoes de saídas que nao tem tributacao deve apresentar no Registro 400 e 800 relacionado a receitas isentas?? Estas operaçoes compoem as receitas nao tributadas no mercado interno?? Enfim estes tipos de notas devem ser consideradas nos registros C100, C170, C180, C181 e C185???

(EX. TRANSFERENCIAS, DOAÇÕES REMESSAS PARA CONSERTO, EMPRESTIMO, VENDA DE ATIVO IMOBILIZADO, REPOSIÇÃO DE MERCADORIA, REMESSA EM CONSIGNAÇÃO, SIMPLES FATURAMENTO {FA}, REMESSA PARA INDUSTRIALIZAÇÃO) DENTRO OUTROS CASOS.

 

Alguem pode me ajudar?

Fran

Nas NFe referenciadas de Cupom Fiscal estou usando o cst 49 do Pis e Confins. Acho ser o mais indicado.

Att. José Antunes


Boa tarde Sr. José Antunes,

 

As NF-e com CST 49 o sr. consegue validar na Sefaz?


José Antunes Coelho disse:

Nas NFe referenciadas de Cupom Fiscal estou usando o cst 49 do Pis e Confins. Acho ser o mais indicado.

Att. José Antunes

Olá Luciano. 

No site do sped, perguntas frequentes encontrei algo que pode ajudá-lo:

 Qual CST utilizar nas operações de remessa e transferências de mercadorias? Como não trata-se de uma operação geradora de receita e tampouco de créditos, utilize nas saídas o CST 49 (outras operações de saída) e nas entradas o CST 98 (outras operações de entrada). Documentos com estas operações não devem ser informados na EFD PIS/COFINS.

http://www1.receita.fazenda.gov.br/faq/efd-pis-cofins.htm

Responder à discussão

RSS