SPED Brasil

Rede Virtual de troca de informações sobre o SPED

Bom dia aos Amigos do Sped,

 

gostaria que alguém me ajudasse, pois estou com uma dúvida quanto a devolução de mercadoria:

meu cliente comprou uma mercadoria cfop 2.101 e houve uma devolução com o cfop 6.201, aconteceu que alguns itens devolvidos na nf não eram do fornecedor para o qual foi emitida nf. Após conferencia,  o fornecedor não aceitou a devolução.

Como posso fazer para emitir uma nota fiscal para trazer a mercadoria de volta para o meu cliente?

 

Obrigada a todos desde já,

Andréa

Exibições: 1363

As respostas para este tópico estão encerradas.

Respostas a este tópico

Andréia, boa tarde...

Dê a entrada novamente no estabelecimento remetende através do documento fiscal. E depois faça a devolução conforme deverá ser feita.

Sds,

Michel Souza
Andrea, se o destinatario não aceita a mercadoria, terá que anotar na nota fiscal, no verso da primeira via ( danfe agora ), o motivo da recusa da mercadoria e o transporte relativo ao retorno é acompanhado por esta mesma nota fiscal; o remetente deverá emitir nota fiscal de entrada identificando os dados da nota fiscal original com o CFOP 1.949/2.949, com a natureza da operação “Retorno de Mercadoria não entregue” ( arts. 136, I, "e" e 453 do RICMS/00-SP), e em dados adicionais deverá fazer constar o número e a data da nota fiscal de origem, bem como o motivo pelo qual não foi possível a entrega da mercadoria ao destinatário, contudo mantendo a primeira via no seu arquivo, devido ao risco de ser exigido futuramente pelo fisco.
Espero ter ajudado.
CIda

Oi, Cida. Obrigada!

A minha dúvida para o retorno desta mercadoria é que o fornecedor não quer emitir uma nota para me devolver a matéria-prima que foi para ele. Ele quer que eu emita uma nf e retire o material de lá. Já que a devolução feita por mim estava com produtos errados. Por isso não soube como fazer, pois seria uma devolução de devolução??

Maria Aparecida Silva disse:

Andrea, se o destinatario não aceita a mercadoria, terá que anotar na nota fiscal, no verso da primeira via ( danfe agora ), o motivo da recusa da mercadoria e o transporte relativo ao retorno é acompanhado por esta mesma nota fiscal; o remetente deverá emitir nota fiscal de entrada identificando os dados da nota fiscal original com o CFOP 1.949/2.949, com a natureza da operação “Retorno de Mercadoria não entregue” ( arts. 136, I, "e" e 453 do RICMS/00-SP), e em dados adicionais deverá fazer constar o número e a data da nota fiscal de origem, bem como o motivo pelo qual não foi possível a entrega da mercadoria ao destinatário, contudo mantendo a primeira via no seu arquivo, devido ao risco de ser exigido futuramente pelo fisco.
Espero ter ajudado.
CIda
Andrea, como mencionei abaixo, se o destinatario recusar a mercadoria no ato da conferencia, ele realmente não terá que emitir nf, pois não aceitou a nf, não assinou canhoto, o que o desobriga de qq emissão, e vc deve seguir os passos do art. 453, isto se vc for de SP. Se ele assinar o canhoto, estará dando aceite aos produtos e aí entendo, que ele teria de dar entrada nesta nf e aí sim emitir uma devolução. Do jeito que vc relatou trata-se de um RETORNO DE MERCADORIA para vc.

Artigo 453 - O estabelecimento que receber, em retorno, mercadoria por qualquer motivo não entregue ao destinatário, deverá (Lei 6.374/89, art. 67, § 1º, e Convênio de 15-12-70 - SINIEF, art. 54, § 3°, na redação do Ajuste SINIEF-3/94, cláusula primeira, XII);

I - emitir Nota Fiscal pela entrada da mercadoria no estabelecimento, com menção dos dados identificativos do documento fiscal original, registrando-a no livro Registro de Entradas, e consignando os respectivos valores na coluna "ICMS - Valores Fiscais - Operações ou Prestações com Crédito do Imposto" ou "ICMS - Valores Fiscais - Operações ou Prestações sem Crédito do Imposto", conforme o caso;

II - manter arquivada a 1ª via da Nota Fiscal emitida por ocasião da saída, que deverá conter a indicação prevista no parágrafo único;

III - mencionar a ocorrência na via presa ao bloco ou em documento equivalente;

IV - exibir ao fisco, quando exigido, todos os elementos, inclusive os contábeis, comprobatórios de que a importância eventualmente debitada ao destinatário não tenha sido recebida.

Parágrafo único - O transporte da mercadoria em retorno será acompanhado pela própria Nota Fiscal emitida pelo remetente, cuja 1ª via deverá conter indicação, no verso, efetuada pelo destinatário ou pelo transportador, do motivo de não ter sido entregue a mercadoria.

Oi, Michel

não poderei dar entrada porque a devolução já está com o meu fornecedor, só que depois que ele conferiu verificou que alguns itens de matéria-prima que foram devolvidos pertencem a outro fornecedor. E este mesmo fornecedor não quer emitir uma nota para me devolver esta mercadoria. Ele me pediu que eu emitisse uma nota para retirar a devolução que fora para ele.

Agora não sei como proceder...



Michel Souza disse:

Andréia, boa tarde...

Dê a entrada novamente no estabelecimento remetende através do documento fiscal. E depois faça a devolução conforme deverá ser feita.

Sds,

Michel Souza
Andréia, boa tarde.

Se o Cliente deu entrada na NF, o mesmo tem por obrigação, já que o documento está em desacordo com o pedido, de emitir o documento de devolução.

Inviável nessa situação o Fornecedor emitir uma NF contra Ele próprio, tendo em vista o Cliente ter recebido a mercadoria. É um procedimento simples essa devolução...

A Operação é interna?

Ele poderá emitir uma NF apenas dos ítem que foram por engano.

Faça uma consulta com o Plantão Fiscal com a SEFAZ Estadual.

OK??

Sds,

Michel Souza

Oi, Michel

obrigada mesmo pela ajuda. A Cida me indicou o artigo 453 da RICMS e poderei emitir a nota como Retorno de Mercadoria não Entregue. Com esse tramite consegui resolver com o meu cliente e o fornecedor.

Agradeço a vocês mais uma vez. Estou iniciando na carreira, por isso alguns tramites ainda não são tão claros.

Até uma próxima...

Michel Souza disse:

Andréia, boa tarde.

Se o Cliente deu entrada na NF, o mesmo tem por obrigação, já que o documento está em desacordo com o pedido, de emitir o documento de devolução.

Inviável nessa situação o Fornecedor emitir uma NF contra Ele próprio, tendo em vista o Cliente ter recebido a mercadoria. É um procedimento simples essa devolução...

A Operação é interna?

Ele poderá emitir uma NF apenas dos ítem que foram por engano.

Faça uma consulta com o Plantão Fiscal com a SEFAZ Estadual.

OK??

Sds,

Michel Souza

RSS