SPED Brasil

Rede Virtual de troca de informações sobre o SPED

De acordo com a Minuta do eSocial a data inicial para envio das tabelas de eventos inicias se dá até 30/04/2014, para produtor rural pessoa física e segurado especial.

Temos um sindicato rural que conta com 700 associados que utilizam nosso sistema de folha de pagamento, e na maioria das vezes quem faz o fechamento da folha é o próprio associado, aqui no sindicato em um ambiente própio.

Já foi citado em outras discussões que o envio de informações do produtor rural seria direto  pelo site, gostaria da confirmação desta informação, vai ser mesmo pelo site ou o produtor rural deverá enviar via aplicativo própio que no caso é o que utilizamos.

Este prazo de 30/04/2014 para produtor rural, há previsão de mudança? Por que os produtores serão os primeiros?

Exibições: 5511

Responder esta

Respostas a este tópico

Bom dia Samira

Trabalho em uma empresa que tem clientes rurais (sindicados, e escritorios especializados na parte rural), e empresas urbanas (comercio e industria, optantes do simples, lucro presumido e lucro real).

A principio, o fato do produtor rural começar antes, me estranhou, geralmente sempre começam pelas lucros reais, ou então por notificação onde uma lista é notificada a começar a entrega. Lendo o layout e refletindo sobre o assundo, acho que a descisão foi certa em começar por MEI e Produtor, justamente pela complexidade da folha ser muito menor do que qualquer empresa de lucro real, onde se tem N variaveis, de ramos especificos, a folha de produtor geralmente é muito mais simples (pelo menos nos meus clientes, e olha que a maioria se não 50% são rurais)

O prazo realmente esta apertado, visto que infelizmente o manual não sair com a qualidade de outros projetos como nota eletronica, e outros speds, o minimo que eu esperava que fosse um manual completo, com as especificações tecnicas do layout, mas explicando exatamente como e quando usar cada tabela e informação com mais detalhes. Falta também algum tipo de contato mais proximo, com a equipe do projeto para obter informações. Mas acho que tudo se resolve só não existe jeito pra morte, e acredito que estes problemas irão se resolver, lógico que um adiamento do prazo seria muito bem vindo, mas infelizmente não podemos contrar com isso, pelo menos não esta havendo nenhuma sinalização até o momento.

Uma coisa que vejo aqui é o pessoal crucificando o Jorge, e infelizmente acho que o tiro só tende a sair pela "culatra", o jorge faz parte da equipe do projeto, mas sozinho não decide nada (pelo menos é o que eu vi até o momento), e acho que não foi ele quem decidiu quem faria parte do projeto piloto, ou seja, não adianta jogar em cima dele toda a responsabilidade sobre isso, e me parece que ele é o unico da equipe do projeto que "da as caras" a todos aqui, pelo menos não vi mensagens nem aqui, nem em outro forum na internet de alguem do projeto tentando ajudar. Sei que é dificil prazos, manual que não esta 100%, mas acho que ao inves de "vomitar na cara dele", respirar fundo, contar até 10, gritar, xingar, e na hora de escrever diretamente para ele, deixar as emoções de lado e buscar ajuda, explicar claramente a situação. No minimo ele esta sobrecarregado, e se ele não conseguir atender, as espectativas, respira fundo e ao inves de usar a energia para "brigar", pense em uma alternativa, pois como disse antes, posso estar errado, mas o trabalho dele aqui é voluntario. Existe talves algum beneficio a ele dele ser contratado como um consultor, até existe, mas para mim que tem uma empresa pequena, e dificilmente teria condições de contratar ele ou outro consultor para isso, este forum é uma mina de ouro.

Boa sorte a todos, e 2014 Mutico sucesso !

Valdemir Jacon Sanches, obrigada pela opinião, é sempre bom ver a opinião dos colegas. Concordo que a folha de MEI e produtor é mais simples, mas mesmo assim não é motivo, já que o sistema deve sair redondo sem problemas no envio ou na autenticação, afinal estamos tão perto do prazo e sem nenhum ambiente de teste.

Porém ainda fico sem saber se o envio do eSocial para produtores rurais vai ser pelo site do eSocial ou por aplicativo próprio, você com tantos clientes nessa classe não está preocupado? Ainda mais por concordar que o prazo está curto.

Minha pergunta não é apenas ao Jorge Campos, mas à todos que possam dar alguma explicação. Fico no aguardo ainda.

 

Obrigada.

 

Caro Valdemir,

     Você se atentou para o registro:  S-1360 - Eventos Periódicos - Comercialização da Produção
     onde será informado  o valor total comercializado por adquirente no mês, está simples assim?

 

        Veja a nível Brasil: 5571 Municípios, não há um sequer que não haja produtor rural.

    Quanto a  pergunta se será pelo site, também gostaria imensamente de saber.

sds.



Valdemir Jacon Sanches disse:

Bom dia Samira

....

"refletindo sobre o assundo, acho que a descisão foi certa em começar por MEI e Produtor, justamente pela complexidade da folha ser muito menor "

....

Sobre o registro de comercialização rural, eu tinha visto na versão 1.0, e agora estou estudando a 1.1, tentando encontrar todas as falhas no layout, para tentar encontrar uma saida ou montar algum questionario, confesso que ainda estou nas tabelas cadastrais devido a falta do meu tempo, e de uma coisa você pode ter certeza, como a nfe que esta indo para a versão 3.0 o e-social não vai ficar na versão 1.0, no minimo anualmente teremos novidades.

Quanto ao aplicativo, se havera ou não um aplicativo para informar os dados manualmente no site, olha, se for pegar o que esta escrito naquele questionario de perguntas e respostas

"6) Como será o envio dos eventos? Haverá um PGD? 

Os eventos poderão ser enviados por web service ou pelo portal web. Diferentemente do modelo atual em que o empregador prepara um arquivo e aplica as validações em um Programa Gerador de Declaração, (PGD Sefip, PDG Rais, PDG Dirf, ...) na sua própria máquina antes de transmitir, o eSocial fará todas as validações online, dispensando a utilização de um PGD para geração e transmissão dos eventos. A comunicação será feita ligando diretamente o sistema da empresa com o eSocial por meio de um webservice que será o canal de envio dos arquivos XML ou a empresa gera o evento preenchendo os campos diretamente no portal na internet."

Aqui fala que a empresa podera enviar por XML ou diretamente preenchendo os campso no portal na internet

Já a minuta que foi aprovada não fala em momento algum de ter um aplicativo web para qualquer coisa, ou evento cadastral ou de folha.

Sinceramente minha opnião pessoal, é que não vai ficar pronto o portal para final de março inicio de abril, e teremos que se virar com a geração dos arquivos nós mesmos.

Sobre a documentação do e-social, falta de um web-service para teste, falta de documentação, falta de um canal oficial para suporte, enfim "falta muita informação". Isso é fato, eu posso dizes que eu concordo,e  acredito que a maioria também concorda com praticamente 99% das critias ou até 100% referente ao projeto, as dificuldades e etc.

O que o pessoal não pode confundir é uma coisa é o projeto e-social, outra coisa é a pessoa do jorge que vira e mexe aqui para ajudar, critirar ou ofender a pessoa do Jorge, só vai causar mais problemas, ele até o momento é o unico contato possivel com a "rodinha do e-social".

Infelizmente a corda sempre estoura nos pequenos, e pior, eles sempre são a maioria. Esta dificuldade é somente a gente que esta passando, algumas empresas "grandes" como

Folha

Estadão

Rede Globo

Editora Abril

Rede Record

SBT

Entre outras, que tem poder de midia, e muitos funcionarios, muito provavelmente não estão passando dificuldade, talves até tenham contatos direto na equipe e ai não tem problemas, ou simplesmente tem medo de crititar "ao vivo" o governo, por medo de alguma retalhação.

Até as classes contabeis CRC, SESCON, FENACON, até hoje eu não vi estes caras, tentarem algum meio de contato, pelo menos para abrir um canal entre quem esta tocando o projeto, e quem esta fazendo o projeto.

Eu cheguei a enviar um email a eles, mas nao sou contador, não tenho CRC e não conheço ninguem de lá .. para tentar descobrir alguma coisa.

Eu por exemplo assinei as duas petições que o daniel colocou aqui, as vezes não concordo com a maneira que ele critica a pessoa do Jorge, porque o culpado não é ele, mas ele tem toda razão, em reclamar e botar a boca no trambone, ele teve a coragem de tentar alguma coisa, muitos reclamam, mas na hora de colocar o nome em baixo, simplesmente olham e finge que não é com eles.

Acho que um ato, não de vandalismo, mas um ato combinado com todos, os sindicatos tipo crc, sescon e fenacon apoiando, os contadores trazendo os donos de empresas junto, na porta de uma rede de tv, um ato coordenado por cidade, para chamar a atenção, poderia expor na midia as falhas no projeto e ai talves o governo abriria por livre e expontanea pressão um canal apropriado para resolver.

Sei lá é uma ideia, mas teria que ter a participação de 99.99% de todos para conseguir alguma coisa, e ai quando é para meter a cara, muita gente se enfia no buraco

Meus Caros,
     Valdemir e Samira

ALERTA OPERACIONAL

   S-1010 - Tabela de Rubricas

          Você citou que tem 700 Empregadores,  analisando um pouco mais sua situação
          quanto ás rubricas temos:

   1) Produtor Rural pelo aplicativo

       1.1) Tabela de Rubricas única tabela para todo o sistema:

            Parametrização de Sua Tabela X eSocial uma única vez,
           
            Ao informar para o eSocial está tabela é por Empregador,
            portanto sua única tabela se transformará em 700,
            então 700 x No. Verbas = numero de eventos a serem enviados
            na carga inicial.

            Alterações de  uma única rubrica irão gerar 700 eventos de
            alteração, seu sistema deverá estar apito a monitorar e enviar
            tudo isso no momento certo antes do evento S-1200, S-2680, S-2800

       1.2) Tabela de Rubricas uma para cada Empregador

            Parametrização individual em cada empregador,
             se for necessária 1 hora serão 700 x 1h = 700 hs = 87 dias ...

            o No. de envios de eventos na carga inicial serão os mesmos,
            700 x No. Verbas = numero de eventos a serem enviados,
 
            Alterações de rubricas por empregador,
            seu sistema deverá estar apito a monitorar e enviar tudo isso
            no momento certo antes do evento S-1200, S-2680, S-2800
        
 
   2) Produtor Rural digitação dos dados no site www.esocial.gov.br

     2.1) Tabela de Rubricas Padrão fornecida pelo governo:

          Você deverá cadastrar rubricas especificas, de cada empregador,
          quem fará isto um profissional do sindicato ou o próprio produtor?,
          é necessário conhecimento da parte legal para atribuição correta
          de incidências, FGTS, INSS, IRRF ....,

          Manutenção desta tabela, alterações, exclusões (Fim de validade...) ...
 
     2.2) Tabela de Rubricas do próprio empregador:

          o mesmo cadastra suas rubricas e vincula a rubrica correspondente do eSocial,
          se forem necessárias 2 horas serão 700 x 2h = 700 hs = 174 dias ...,
          uma opção, você lista a tabela do sistema e pede para cada produtor digitar
          no site, o mesmo deverá pelo menos ser treinado para esta tarefa.

          Manutenção desta tabela, alguém deverá acompanhar o empregador.  

     

 lembrem-se tudo isto deverá estar nos domínios do eSocial até 30/04/2014,
 e manutenções a qualquer momento a partir de 01/05/2014.

Ou seja pelo site ou pelo aplicativo, você tem uma tarefa enorme, no entanto
com uma informação mais precisa vocês poderão focar no treinamento adequado
para cumprir está tarefa.

sds,

Boa Sorte!   

Obrigada pela informação José Roberto.

 

     Estou agora mais preocupada com os prazos,

      a minha tabela de rubrica é unica e com cerca de 300 verbas,

      neste caso ela será individualzada por empregador e terei  que enviar

      700 x 300 = 210.000 eventos S-1010 - Tabela de Rubricas, claro se
      for via meu aplicativo.

 

Jorge, será que poderia nos ajudar com essa questão? Site X Aplicativo?

 

Abraços.

*Obrigada pela sorte, vou precisar.

Enquanto a resposta não vem,  Site X Aplicativo?

   Esteve aqui no sindicato um produtor que sugeriu uma tema para o eSocial,
   só para descontrair um pouco: http://www.youtube.com/watch?v=krygjvWLfWY

Obrigada.

Samira,

Vamos por partes:

Sobre a questão do prazo...os prazos foram invertidos em relação ao que foi praticado no projeto Sped, porque, a questão crucial é o cadastro, ou melhor, a qualificação cadastral, e neste ponto, como existe a necessidade de cada trabalhador revalidar os dados, caso hajam problemas, o número de funcionários é menor, por empregador. Apenas isto, nesta seara, estariam as MEI, EIRELI.

Sobre a questão do aplicativo, na realidade, será uma solução in web, como está na primeira minuta, inclusive, o contingenciamento para quem estiver enviando via webservices, poderá fazer a digitação direta no site. 

Sobre o comentário das Rubricas, infelizmente, não tem jeito é um grupo de rubricas por CNPJ, agora para quem é gestor de um modelo de BPO, o trabalho será grande. Outra coisa, o cálculo pode estar incorreto...veja, eu disse..podem... porque, na real, as empresas terão que extratificar a remuneração do trabalhador, neste caso, uma determinada rubrica pode se transformar em 2, 3 ou 4, porque, a empresa tem que abrir rubrica tributada ou não, e vai depender de vários fatores.

Quanto à minha defesa, obrigado pelas palavras, mas, não tem problema, tenho um couraça de aço trabalhada há anos na lida com TI, mas, lamento, acho muito difícil mudar o que se tem hoje em termos de tecnologia, porque, primeiro  ela não é uma experiência, ela é baseada num modelo vencedor, que é a NF-e ( com os seguintes números: 

NF-e Autorizadas

O cálculo de NF-e autorizadas é realizado diariamente e não considera NF-es que foram canceladas ou denegadas.

8,442 bilhões 
20/01/2014

Número de Emissores

O cálculo de emissores de NF-e é realizado a cada 10 dias e considera apenas os contribuintes que efetivamente emitiram NF-e nos últimos 30 dias, contados da data de apuração da estatística.

1,01 milhões 
12/01/2014

fonte:http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/infoEstatisticas.aspx

A NF-e é orientada a eventos, por isso, o modelo foi adotado para a eSOCIAL. 

Por fim, todas as questões levantadas aqui sobre tecnologia, falta de divulgação, falta de transparência, falta de aderência ou falta de pé no chão, o consórcio já foi avisado.

O pessoal não entende que o modelo padrão da na RFB  e é defendido por muitos lá dentro é o que sempre existiu e foi adotado na IN86, no MANAD, na DIRF, DIPJ, e DCTF... ou seja, publique-se e cumpra-se. Sem essa história de projeto piloto.  

Lembro que coloquei aqui na rede a informação que o projeto estava aceitando empresas voluntárias para o esocial, e não houve um INTERESSADO. Inclusive, quem quiser entrar é só encaminhar um ofício ao Secretário da RFB, se observares 3 empresas o fizeram e entraram em 2013.

abs

abraços 



samira martinho rodrigues disse:

Obrigada pela informação José Roberto.

 

     Estou agora mais preocupada com os prazos,

      a minha tabela de rubrica é unica e com cerca de 300 verbas,

      neste caso ela será individualzada por empregador e terei  que enviar

      700 x 300 = 210.000 eventos S-1010 - Tabela de Rubricas, claro se
      for via meu aplicativo.

 

Jorge, será que poderia nos ajudar com essa questão? Site X Aplicativo?

 

Abraços.

*Obrigada pela sorte, vou precisar.

Caros Jorge, Samira, José Roberto, Daniel e demais...

ser contra a aplicação de tecnologia seria como dar um tiro no pé, pois sou desenvolvedor desde há muitos anos, e isto seria um contrassenso sem conta. O que vejo no e-SOCIAL não é pelo ângulo desta ou daquela tecnologia, e sim o seu design que não é de boa forma operacional, e em alguns casos, de fato, não é operacional, ou seja: é impossível de se realizar, cumprir, dar conta, compreendem ? - Um exemplo: MATRIZ e FILIAIS que utilizam diferentes aplicativos !

a tecnologia NF-e, de COMPROVADA EFICÁCIA, apoiada no uso de XML, de fato, está aí como um BOM EXEMPLO.

só que, neste caso, temos UM XML por DOCUMENTO, onde uma NF-e é UM XML, assinado, transferido, validado, consolidado, UMA SÓ VEZ !!! - Muito fácil, prático, simples de corrigir qualquer inconsistência NA HORA, etc. ou seja: EXCELENTE !!! - Aplausos para a TECNOLOGIA. Isto é USUFRUIR MODERNISMO, AVANÇOS, PROGRESSOS, MINIMIZAÇÃO DE TAREFAS, MAIS TEMPO PARA O LAZER, MENOS PAPEL NO PLANETA, etc...

no e-SOCIAL isto não acontece. O Projeto apresenta nada mais nada menos do que 44 leiautes de XML, gerados de todos os lados, sem coordenação central, e CADA UM, tal qual a NF-e devendo ser assinado, transferido, validado, consolidado INDIVIDUALMENTE.

Sim, acreditem: INDIVIDUALMENTE !!! - Só lá na frente, após envio do XML de fechamento (que deve ser digitado e não produzido por qualquer software), é que todo este bolo de dados (monstruosa quantidade de dados POR EMPREGADOR) será CRUZADO entre si e versus o RET (Bco de Dados do e-SOCIAL). Aí é sentar, esperar e REZAR !!! - Um errinho que seja irá INVALIDAR TODO O PROCESSO DO CICLO PARA AQUELE EMPREGADOR.

(*) - não esquecer aqui, ainda, que temos o BLOCO S-13xx - um complicador TERRÍVEL, e que deve fazer parte OBRIGATORIAMENTE deste processo.

todo este complexo operacional deve se repetir á cada mês, e se concretizar COM SUCESSO até ser obtida a DCTF-WEB para pagamento no dia 07 do mês seguinte (para o ciclo de fev próximo seria o dia 03 de março de 2014).

aqui, vejam, não se trata de TECNOLOGIA, deste ou daquele tipo, e sim de um modelo operacional engasgado, sem segurança (XMLs sendo disparados de todos os lados), volumoso, trabalhoso, o qual foi apresentado á sociedade como EXATAMENTE O CONTRÁRIO do que estamos prestes a ver acontecer.

os propalados ´benefícios´, ansiosamente desejados por todos os empregadores do país, estão muito longe de ocorrer. Não deve ser esquecido que, até tudo estar muito bem assentado com o e-SOCIAL, as obrigações acessórias de hoje, vão continuar a ser exigidas e nos mesmos prazos hoje conhecidos e em prática.

creio, caro Jorge, que nunca o tenha ofendido pessoalmente, e se assim algum dia o fiz, peço publicamente as minhas desculpas, pois assim não fui educado, e tenho formação que respeita demais estes princípios. Tenho sim, discordado muito, mas quanto a este projeto, e entendo a sua luta para aqui, neste FORUM, tentar minimizar ´o ferver das águas´, do qual, claro, qualquer culpa não lhe cabe, e sim a quem desenhou este modelo.

minhas cordiais saudações á todos.

G S T Q

 

Jorge no minimo a comparação com a NFE foi infeliz

Eles podem estar aproveitando a tecnologia, mas não necessariamente o padrão

Na NFE como diz o paulo temos apenas um XML por nota, não temos

1 xml para o emitente

1 xml para o fornecedor

1 xml para o cabecalho da nf

1 xml para o transportador

1 xml para "cada" produto

1 xml para os itens da nf

1 xml para a tributação

Provavelmente me esqueci de algum xml

Sim a NFE é por evento, ou seja apos enviado a nfe vc pode

Cancelar

Confirmar o recebimento

Ciencia e mais algumas coisas

mas ai os eventos o layout é muito mais simples e mais intuitivo

Fora que a documentação do nfe, se não é perfeita, chega proximo, o que não ocorre com o e-social, em uma comparação vc precisa ser no minimo imparcial....

Caro Jorge Campos, agradeço muito por ter respondido minha dúvida assim como de tantos colegas que participam do fórum e enrriquecido nossos debates.

Quero enfatizar que em nenhum momento critiquei ou ofendi sua pessoa, apenas argumentei os prazos que todos sabemos que não são feitos por ti.

 

Mais uma vez Obrigada a todos que argumentaram e debateram.

 

Abraços.

 

 

 


Jorge Campos disse:

Samira,

Vamos por partes:

Sobre a questão do prazo...os prazos foram invertidos em relação ao que foi praticado no projeto Sped, porque, a questão crucial é o cadastro, ou melhor, a qualificação cadastral, e neste ponto, como existe a necessidade de cada trabalhador revalidar os dados, caso hajam problemas, o número de funcionários é menor, por empregador. Apenas isto, nesta seara, estariam as MEI, EIRELI...

 

Samira, 

uma luz no fim do túnel: estes 210.000 XMLs relativos a RUBRICAS que DEVEM SER ASSINADOS DIGITALMENTE UM a UM, podem ser AGRUPADOS (vc deve ter ou desenvolver esta FERRAMENTA) de 50 em 50 XMLs, tomando o cuidado para que o arquivo de saída não transborde o limite de APENAS 500k  !!!

uma vez assinados UM a UM, e transferidos ao RET do e-SOCIAL (um a um ou em lotes de 50), e depois de submetidos á validação, vc receberá 210.000 mensagens contendo ERROS ou ACERTOS (Protocolo de Entrega do e-SOCIAL), que vc deve GERENCIAR para não se perder no meio de tantos registros, dados, etc...

importante: para GERENCIAR isto vc deve usar (ou desenvolver) uma FERRAMENTA própria, também.

e estamos falando de APENAS UM EVENTO dentre os 44 que compõem o e-SOCIAL.

em tempo: A luz do fim do tal túnel é VERMELHA !!!!

saudações e boa sorte !!!

 

Responder à discussão

RSS