SPED Brasil

Rede Virtual de troca de informações sobre o SPED

Boa Tarde!

 

Qual o procedimento a ser feito quando tenho uma nota fiscal eletronica denegada devido ao meu destinatário estiver com a inscrição estadual baixada?

 

Att.

 

cristhiane

Exibições: 5699

Responder esta

Respostas a este tópico

Olá,

 

Bom, nesse caso acredito que vc deverá escriturá - la normalmente, devendo indentificá - la no campo de observações 'NOTA DENEGADA'.

Devendo emitir uma nota fiscal de retorno com a observação complementar identificando toda a operação. 

SDS.

Bom dia Jose

 

Então devo emitir uma nota de retorno com qual CFOP ?

Posso me creditar deste ICMS mesmo sendo DENEGADA?

 

A nota não foi autorizada, como é que você vai retornar uma mercadoria que não saiu do estoque?

Vai retornar o que?

Vai se creditar do que?

Abraços

Obrigada Rodrigo pelo retorno em minha pergunta.

 

Meu fornecedor está perante o SINTEGRA INAPTO.

Ele emitiu uma NOTA, que ao consultar está DANFE está DENEGADA.

Pergunta: Devo aceitar está NOTA? Se possitivo qual o procedimento a ser feito.? Como fazer a escrituração desta NOTA?

Peguei do site da NF-e, algumas respostas sobre nf-e denegada:

- A Sefaz poderá, ainda, denegar uma NF-e em caso de irregularidade fiscal do emitente. Nesse caso, aquela NF-e será gravada na Sefaz com status "Denegado o uso", e o contribuinte não poderá utilizá-la. Em outras palavras, o número da NF-e denegada não poderá mais ser utilizado, cancelado ou inutilizado. Algumas unidades da Federação denegam a Autorização de uso da NF-e em casos de irregularidade fiscal do destinatário.

As NF-e canceladas, denegadas e os números inutilizados devem ser escriturados, sem valores monetários, de acordo com a legislação tributária vigente.


Pelo que se entende, ele nunca poderia ter lhe enviado a nota e a mercadoria e consequentemente você nunca a teria recebido.

Na verdade estamos diante de um problema que nunca deveria acontecer, quando é assim, eu mando o cliente ligar para o fornecedor e obrigar ele retirar a mercadoria. Para o meu cliente, isto é uma operação que nunca ocorreu.

O máximo que você poderia fazer e mesmo assim creio que não é o certo, é escrever no verso da nota que você não recebeu a mercadoria, pois a nota está denegada.

Mas é como falei anteriormente, desconheço qualquer previsão de como você deve se comportar, pois isto é uma situação inexistente, visto que o fornecedor nunca poderia ter utilizado esta nota.

Espero ter ajudado


Abraços

Obrigada!

 

Me ajudou sim.

 

Abraços.

Bom dia...

Estou c/a seguinte situação no dia 12/02/14 emitimos NFe, e o destinatario estava c/situação regular qdo circulamos a mercadoria, porém a mercadoria foi recusada e devolvida c/recusa devido a divergência c/novos dados cadastrais da empresa, sendo q. recebemo a mercadoria no dia 28/02/14, fiz pesquisa no Sintegra e no 13/02/14 a I.Estadual cliente foi Suspenso ou seja está Não Habilitado, com isto não consigo emitir N.Fe. de entrada de acordo c/Art. 453 RICMS/SP (pois a SEFAZ/SP irá denegar) p/amparar o retorno da mercadoria e recuperar os impostos. Alguém já passou por situação semelhante, é correto emitir NF. entrada em nome da minha empresa c/ CFOP 1949 Mercadoria Não Entregue, vinculando está NF. de saida e relatando q.o destinatario não está habilitado.

Escriturei uma nota fiscal denegada com valores zerados, mas no SPED está dando mensagem de obrigatoriedade de chave de acesso, porém, não foi gerado DANFE justamente pela nf-e ter sido denegada. Qual o procedimento que devo adotar?

Obrigado.

Nota denegada tem chave de acesso.


DANFE é só um  espelho impresso.

A Nota é o XML gerado.

Sidney Costa,

Obrigado. Vou pedir ao cliente para gerar o arquivo XML.

Responder à discussão

RSS