SPED Brasil

Rede Virtual de troca de informações sobre o SPED

Notas de serviço com CFOP 5933 devem sair no sped pis cofins ?

Boa tarde pessoal, estou com uma dúvida sobre notas d eserviço que possuem cfop 5933, elas devem sair no sped pis cofins?

Caso este cfop não deva sair, tem algum outro cfop para notas de serviço que sejá válido no pis cofins ?

 

Obrigado !!!

Tags: 5933, Notas, cofins, de, pis, serviço, sped

Exibições: 5952

Responder esta

Respostas a este tópico

Bom dia,

No caso em notas modelo 55, série 1, com o cfop 5933, sairão no sped ? Pelo que entendi as notas de modelo 1 e 1A devem ser informadas para o município, correto ?

Obrigado

Senhores,

 

Esta nota foi e é autorizada pela SEFAZ, em convênio com o município. Para o Sped, uma vez que os municípios não entraram no projeto, ela só será escriturada no bloco C. Havendo uma receita auferida pertinente ao serviço vc pode lançar esta receita no bloco F, registro F100.

Por outro lado, sobre a questão Receita tributada ou não, e sobre o tema ISS tem uma resposta clássica, que permite o crédito, e ele só existe se houver tributação na saída.

 

SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 53, DE 29 DE MARÇO DE 2006

ASSUNTO: Contribuição para o PIS/Pasep

EMENTA: PIS/PASEP NÃO-CUMULATIVO. DIREITO DE CRÉDITO. INSUMOS UTILIZADOS NA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. DEFINIÇÃO.  Os valores referentes a partes e peças de reposição para máquinas empregadas diretamente na produção de bens destinados à venda, adquiridas a partir de 1º de dezembro de 2002, podem compor a base de cálculo dos créditos a serem descontados da Contribuição para o PIS/Pasep, desde que essas partes e peças não estejam incluídas no ativo imobilizado e que sejam respeitados os demais requisitos normativos e legais pertinentes.  Os valores referentes a serviços prestados por pessoa jurídica, a partir de 1º de dezembro de 2002, objetivando a manutenção de máquinas empregadas diretamente na produção de bens destinados à venda, podem compor a base de cálculo dos créditos a serem descontados da Contribuição para o PIS/Pasep, desde que atendidos os demais requisitos normativos e legais pertinentes e as referidas importâncias não sejam contabilizadas no ativo permanente. 

  

SOLUÇÃO DE CONSULTA Nº 56, DE 29 DE MARÇO DE 2006

ASSUNTO: Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social - Cofins

EMENTA: COFINS NÃO-CUMULATIVA. DIREITO DE CRÉDITO. PARTES E PEÇAS DE REPOSIÇÃO. CRÉDITOS EXTEMPORÂNEOS. Os valores referentes a partes e peças de reposição para máquinas e equipamentos empregados diretamente na produção de bens destinados à venda, adquiridas a partir de 1º de fevereiro de 2004, podem compor a base de cálculo dos créditos a serem descontados da Cofins, desde que essas partes e peças não estejam incluídas no ativo imobilizado e que sejam respeitados os demais requisitos normativos e legais pertinentes.  O prazo para o aproveitamento de créditos extemporâneos é de cinco anos contados a partir do momento em que poderiam ser lançados como custos ou despesas. 

 

abraços

O que define o bloco a ser utilizado é o modelo do documento.

 

No caso de notas Modelo 01 e 55 é no Bloco C.

 

No caso é um Serviço descrito em uma nota conjugada (5933), logo é receita, então deve ser levado.

Nota Municipal não tem CFOP.

 

Como ele disse que está usando CFOP 5933, logo estamos falando de Nota Modelo 01 ou 55, conjugada.

Porque foi colocado logo no início do texto acima Registro "A100", quando na verdade deve ser declarado no Bloco C.
Neste caso pelo eu entendi e pesquisei, por ser uma nota de serviço conjugada seria correto ela ir no bloco C, por ser modelo 55 ?  Se o cliente lançar esta nota sem cfop está incorreto ?

Responder à discussão

RSS