SPED Brasil

Rede Virtual de troca de informações sobre o SPED

Bom Dia

estou na seguinte situação;

Estou com saldo credor em 12/2012 no valor de 214.245,12 ( PIS )

Na apuração final meu saldo credor de 01/2013 aumentou para 355.418,02 ( PIS ), este saldo eu utilizo para abater as minhas entradas só que neste caso o saldo é maior que as minhas entradas que foram no valor de 237.536,81

Utilizei os 237.536,81 do saldo credor futuro e restou uma diferença de 117.881,21


Sendo que este valor de 117.881,21 não está aparecendo em nenhum lugar para que possao utilizar no sped de 02/2013.


Alguém por acaso já teria passado por esta situação


Estou com um controle manual deste saldo.

Exibições: 4144

Responder esta

Respostas a este tópico

 

Boa tarde!

 

Estou com o mesmo problema, no mês de janeiro uma empresa lucro Real, obteve saldo credor de PIS e COFINS, na EFD contribuições em quais registros eu devo informar estes valores, afim de que os mesmos sejam aproveitados na apuração ref. a fevereiro?

Marcelo,

O saldo credor de meses anteriores ao da escrituração você deverá lançar nos registros 1100 para o PIS e no 1500 para o COFINS, por competência da apuração do crédito e por tipo de crédito. O assunto é um pouco mais rico em detalhes do que parece para simplesmente te responder assim de forma direta, mas de forma resumida para esse seu exemplo ficaria +/- assim, supondo que você só tem o tipo de crédito "101":

Na EFD de janeiro/2013 você terá:

- um registro 1100 de competência 12/2012, apresentando o saldo "original" apurado de 214.245,12;

- você tem um registro M100 dos créditos apurados no mês de 141.172,90;

- você tem um débito no M200 de 237.536,81 e lá você deduziu os mesmos 237.536,81 (ficou com zero a recolher);

Então significa que você utilizou para deduzir dos teus débitos 214.245,12 do mês 12/2012 + 23.291,69 do mês 01/2013.

A escrituração nos registros ficará assim:

- no registro 1100 de competência 12/2012, você escriturará o saldo "original" apurado de 214.245,12 e o mesmo valor do Crédito utilizado nesse mês 01/2013. O último campo desse registro é o "Saldo de créditos a utilizar em período de apuração futuro", que ficará zero;

- no registro M100 dos créditos apurados no mês você terá:

  • o valor de 141.172,90 no campo "Valor Total do Crédito Disponível relativo ao Período";
  • o valor de 23.291,69 no campo "Valor do Crédito disponível, descontado  da contribuição apurada no próprio período"
  • o valor de 117.881,21 no campo "Saldo de créditos a utilizar em períodos futuros "

No Guia Prático consta que você deveria gerar um registro 1100 para o crédito do próprio mês 01/2013 que sobrou, mas isso não é bem verdadeiro, pois o PVA vai te acusar erro se você lançar o 1100 para o próprio mês 01/2013. Então, você só precisa do 1100 para os meses anteriores ao da escrituração.

Agora no mês 02/2013, você vai "repetir" o passo, ou seja, você vai gerar um registro 1100 para a competência do mês 01/2013, que será quase uma "cópia" do M100 do referido mês 01/2013.

Existem outros tópicos no fórum sobre o assunto que talvez lhe ajude a esclarecer melhor o assunto.  

Responder à discussão

RSS